gastronomiaverde.com.br

    LOADING
    O Estado de São PauloO GloboCanal FuturaTV BrasilSuper InteressanteNational Geographic

GOURMET TRUCK FESTIVAL estará em diversas cidades brasileiras

O "Gourmet Truck Festival" já teve duas edições em Alphaville, no encontro dos municípios de Barueri e Santana do Parnaíba, na Grande São Paulo. Em ambas o sucesso foi enorme e conseguiu reunir mais de 20 mil pessoas interessadas na experiência de consumir os pratos e lanches preparados por cerca de 40 Food Trucks.

 

A proposta é ambiciosa:  movimentar a economia local das cidades, gerar entretenimento e lazer nos espaços públicos, oferecer ponto de encontro para o convívio das pessoas, tendo como motivo a gastronomia. Os Food Trucks são versáteis e inclusos na diversidade do paladar: oferecem desde hamburguers clássicos, até menus mais ambiciosos feitos por jovens chefs com talentos ainda não reconhecidos.

O "Gourmet Truck Festival" foi idealizado por um grupo de empreendedores visionários, entre eles o publicitário Marcelo Medina, que acredita que sua realização proporciona valores modernos e contemporâneos para a cidade, insere os cidadãos na cultura "street style" que ocorre no mundo todo, democratiza a gastronomia e faz as pessoas saírem para a rua de forma segura, amigável e afetiva.

Agora o próximo passado é o "pé na estrada". O Festival está sendo procurado por muitos municípios para também acontecer em outros Estados e Regiões. A vantagem é natural, são restaurantes móveis. E podem passar a ser grandes atrações assim como são os shows e rodeios costumeiramente contratados pelas Prefeituras de todo Brasil  ( contatos pelo email  Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. ). E dado ao sucesso, grandes marcas de alimentos e estilo de vida estão buscando estes acontecimentos como oportunidades de mídia.

O Portal da Gastronomia Sustentável entrevistou o empresário Marcelo Medina, com trajetória no campo da tv, do cinema e do marketing, que convergiu todo esse conhecimento para a atual atividade do evento de Food Trucks.

Redação: A proposta é levar eventos de Food Truck para todo país ? Há demanda regional ?

 

Marcelo Medina: Sim. Os Food Truck Fests são eventos inteiramente democráticos, uma oportunidade onde toda a família pode participar sem distinção de idade ou status social e, ao mesmo tempo, um evento que dá acesso a uma gastronomia por vezes inacessível em relação aos pratos e sabores diferenciados e aos valores que são cobrados normalmente em restaurantes. Portanto, há uma enorme demanda por estes eventos fora das capitais, principalmente em cidades que procuram diversificar a cultura de forma geral a fim de proporcionar à sua população mais oportunidades de diversão e confraternização. Os eventos de Food Truck são, na sua grande maioria, uma oportunidade única de reduzir a distância das cidades do interior do que está acontecendo nas grandes capitais do Brasil e do mundo em gastronomia e diversão, afinal somos inundados diariamente por programas e matérias de culinária em TVs, jornais e na internet.

 

Redação: O público tem prestigiado muito e surpreendido pelo volume de participação. A que atribuis isso ? Modismo, novidade ou há outros fatores ?

Marcelo Medina: Por conta da enorme produção de programas de TV, revistas, entrevistas, realities shows, etc. sobre gastronomia, é claro que há hoje um certo modismo em relação ao tema. Porém, quando analisamos os eventos de food truck na sua essência, encontramos fatores que acredito não serem algo que irá desaparecer num período curto de tempo.

Temos hoje uma grande carência de eventos ao ar livre, seja por questão de segurança ou seja pelo simples fato de que estamos mais voltados para dentro, para as mídias visuais e, principalmente, pela internet e games eletrônicos que nos fazem interagir menos. Os eventos de food truck são essencialmente voltados para a confraternização, pois além de poderem integrar todos da família, você se encontrará com os amigos e os amigos dos amigos. Coloque agora mais um ingrediente irresistível nessa receita: os sentidos. Ou seja, quem vai a um evento de food truck, experimenta aromas e sabores únicos. Tudo isso faz com que este evento seja especial a todos e credito isso ao sucesso de participação do público. É uma festa em que você leva seus filhos, encontra seus amigos, experimenta novas comidas e conhece muita gente nova. Como nossos eventos contam com a parceria e participação ativa das prefeituras, a segurança é garantida desde o policiamento intensivo, quanto da qualidade dos produtos comercializados. Que programa pode ser melhor que este hoje em dia?

 

Redação: Podias definir um pouco o escopo do evento ?

Marcelo Medina: O nosso evento consiste basicamente em colocar num amplo espaço determinado pelas prefeituras das cidades, diversos food trucks preferencialmente de cardápios diferentes entre si, onde pode-se achar desde um sanduiche até uma paella espanhola, por exemplo.

Entre os food trucks, disponibilizamos tendas com mesas e cadeiras para que o público possa se sentar ao comer caso queiram e um amplo espaço com monitores para que os pais possam deixar as crianças menores brincando em infláveis, piscinas de bolinhas, etc.

Além disso, temos estandes/trucks que dão cursos rápidos de culinária e estandes/trucks com palestras administradas pela Topema e Truckvan que são as melhores e maiores empresas do segmento. Elas disponibilizam, na hora, todas as informações sobre o mercado e dão assistência integral para quem deseja adquirir um food truck e entrar com seu negócio próprio.

A ideia é, cada vez mais, levar o mundo da gastronomia à população com muita qualidade, informação e diversão.

 

Redação: De que forma as prefeituras podem participar e porque acha que para elas pode ser interessante ?

Marcelo Medina: Todos os nossos eventos são em parceria com as prefeituras das cidades, porque desde o início acreditamos que é um acontecimento único e diferenciado para as cidades fora das capitais. Uma forma de proporcionar uma diversão diferente e de alta qualidade à população.

Temos exemplos clássicos como as Oktoberfests, por exemplo. Hoje estes eventos se tornaram uma enorme vitrine para as marcas de bebidas e alimentos, bem como uma forma de divulgar o turismo e trazer renda para as prefeituras. E é neste sentido que estamos caminhando hoje e vamos ampliar isso, ou seja, termos um evento que, diferentemente das Oktoberfests, é voltado inteiramente para a família, que traz um contingente de público de diversas cidades vizinhas às cidades do evento e que proporciona possibilidades de novos negócios e empresas do setor. Tudo isso faz com que as prefeituras ganhem com a divulgação da sua cidade, ampliem a formação cultural da região e tragam investimentos e arrecadação.

 

Redação: O investimento em Food Truck é uma saída para restaurantes locais não ficarem reféns de pontos com sazonalidade e poderem atender mais de um município ao mesmo tempo ?

Marcelo Medina: Com certeza. Mais do que isso, é você ter a oportunidade de divulgar sua marca e seus produtos de uma forma muito mais ampla e consistente do que pelos meios normais que seriam muito mais dispendiosos, como a propaganda por exemplo, ou um novo restaurante com garçons, aluguel, etc.

Certa vez, ao ler uma matéria sobre empreendedorismo, vi que um dos grandes sonhos do brasileiro seria abrir uma pousada ou um restaurante. Eu hoje digo que se alguém deseja ter um negócio próprio, rentável e prazeroso, entre no universo dos food trucks. E, se já possui um restaurante ou deseja abrir uma filial ou montar um outro restaurante com outro cardápio, opte pelo food truck. É assim nos EUA e na Europa. Os grandes Chefs já possuem seus trucks.

 

Redação: Há alguma identidade em comum do perfil do empreendedor de food truck ?

Marcelo Medina: Ainda não temos no Brasil um perfil determinado. Nos EUA e Canadá, mais de 40% dos donos de food trucks tem mais de 40 anos. Do total, 43,8% trabalhava em um segmento completamente diferente. Um dado bem bacana e que chama atenção é o índice de satisfação dos empreendedores nesse ramo de negócio. Nada menos que 97% deles afirmou não conseguir se imaginar trabalhando em outro segmento que não o de food trucks.

Pelo que tenho visto, aqui no Brasil são pessoas que amam cozinhar ou que tenham uma ótima ideia e o truck se encaixa perfeitamente. São, na sua maioria, empreendedores apostando num novo mercado. Adoram contato com pessoas e gostam bastante de uma boa conversa, um bom papo. Acho que esta é a essência deste negócio, ver as pessoas se deliciarem com sua comida e ter uma fonte de renda que pode-se levar pra qualquer lugar. Porém ainda acho que muito vai acontecer e que nosso mercado ainda engatinha. Muita gente vai crescer, mas muitos vão fechar. Por isso, nossos eventos vão levar mais informações em forma de palestras, assistência e auxílio, pois ainda há muita incerteza inclusive do governo federal ao que se refere às leis e licenças.

 

Redação: Como foi o evento realizado em Alphaville ?

Marcelo Medina: Foi  sucesso total em ambas as edições, 2014 e 2015, com a participação de cerca de 40 food trucks este ano e uma presença de mais de 20.000 pessoas/consumidores.