gastronomiaverde.com.br

    LOADING
    O Estado de São PauloO GloboCanal FuturaTV BrasilSuper InteressanteNational Geographic

Arrastões sequenciais em restaurantes de São Paulo

Arrastões sequenciais em restaurantes de São Paulo


Antes a palavra “arrastão” na gíria significa aquele assalto em sequência que acontecia em praias do Rio de Janeiro. Um grupo de
assaltantes chegava de surpresa e abordava em simultâneo diversas pessoas surpreendendo e deixando elas sem reação.

Agora esse conceito pode ser aplicado em São Paulo em relação aos restaurantes, pois viraram a “praia” de bandidos paulistanos que
descobriram esse filão. Só neste ano são mais de 15 estabelecimentos que receberam grupos de ladrões que entram rapidamente, anunciam a ação e passa o que se chama a “rapa”.

Os ladrões mandam que todos os clientes se joguem ao chão e deixem seus pertences como relógios, celulares e carteiras sobre a mesa.
Enquanto isso um deles também abre o caixão do restaurante e leva dinheiro e cheques, o que houver. Normalmente essa ação demora de 3 a 4 minutos, não mais que isso. Quando a polícia chega é tarde para localizar o grupo.

Os restaurantes procurados são em geral nos bairros mais nobres onde os ladrões acreditam que o assaltado possa ser mais lucrativo. Tempos atrás tinha sido anunciado por investigadores da Polícia Civil que uma quadrilha havia sido presa. Entretanto, os assaltados prosseguem e os restaurantes estão cada vez mais inseguros.

Entre os restaurantes assaltados e já “premiados” com esta visita indesejável estão: Dona Santa, Nellos, Lanchonete da Cidade, Sushi
Gekko, Rede Galetos, entre outros e neste inicio do Mês de maio foi a vez do Emiglia no bairro de Pinheiros.

Veja no vídeo abaixo a ação de um bando de ladrões em um destes restaurantes, gravado pelas câmaras de segurança: